Arquivo de novembro, 2010

Os dois candidatos que disputaram o segundo turno das eleições 2010, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), fecharam as contas de campanha no vermelho. Segundo o comitê financeiro da campanha petista, a presidente eleita terminou a disputa com uma dívida de R$ 27,7 milhões. Já o candidato tucano fechou as contas de campanha com déficit de R$ 9,65 milhões, de acordo com o comitê financeiro.

Os tesoureiros das campanhas informaram que as dívidas serão pagas pelos partidos dos candidatos. A prestação de contas de Serra foi entregue na manhã desta terça-feira (30) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e a do PT, nesta tarde. Termina na tarde desta terça o prazo para que os candidatos que disputaram o segundo turno apresentem a prestação de contas à Justiça Eleitoral.

No caso do PT, a arrecadação de R$ 149 milhões não foi suficiente para pagar os gastos de campanha que chegaram a R$ 176 milhões.

As duas legendas assinaram termos de compromisso com a Justiça Eleitotral assumindo as dívidas de campanha. Pelo acordo, o débito deve ser quitado em até 12 parcelas.

O PSDB, que terá um passivo menor para pagar depois do período eleitoral, informou ao TSE uma receita de R$ 120 milhões e um total de gastos de R$ 129,6 milhões. Segundo o comitê financeiro, a campanha tucana de 2010 teve cerca de 250 doadores, com destaque para bancos e empreiteiras.

Anúncios

“Estou feliz.”
Menina de 7 anos que mora no Alemão, em carta de agradecimento a um policial da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (Core);

“Zeu, cadê o machão?.”
Moradores do Alemão, pouco depois de o traficante Elizeu Felício de Souza, conhecido como Zeu, ser apresentado no 16º BPM (Olaria), neste domingo (28)

“O Rio de Janeiro está virando uma página.”
Governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, sobre a ocupação do Conjunto de Favelas do Alemão no domingo (28)

Um dia ele ia ter que pagar
Ivanildo Dias de Trindade, que entregou o filho Carlos Augusto à polícia

Eu tô deitada no chão desde quinta-feira, última vez que saí de casa“.Roseli, de 21 anos, sobre operação no Complexo do Alemão

E por falar em bandido:

Quando o terror passa e tudo fica calmo, é uma boa hora para “aparecer”. O lula quer terminar o mandato dele tentando passar a imagem de que “nunca na história desse país” houve uma mega operação aqui. Complexo do Alemão é bobagem…quero ver é lá em Brasilia.

e o resultado:

Mas nem tudo está perdido. O turismo de pessoas da 3ª idade na cidade do Rio de Janeiro está aumentando…

Tudo isso é culpa do Drº Pepper.

  • Megaoperação conta com 350 policiais, 9 blindados e 4 caveirões
  • Criminosos usam bicicleta para lançar explosivos no Largo da Penha
  • Mais de 100 ônibus deixam de circular na região; escolas e comércio fecham
  •  

  •  

    No português existem os particípios ativos como derivativos verbais. Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de mendicar é mendicante…

    Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente. Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade.

    Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação que expressa um verbo, há que se adicionar à raiz verbal os sufixos ante, ente ou inte. Portanto, à pessoa que preside é PRESIDENTE, e não “presidenta”, independentemente do sexo que tenha. Se diz capela ardente, e não capela “ardenta”; se diz estudante, e não “estudanta”; se diz adolescente, e não “adolescenta”; se diz paciente, e não “pacienta”.

    Voltamos a qualquer momento com informações…ou não!

    Vez por outra eu conto alguns causos que ví e outros que ouví sobre índios do nosso Brasil. Passei uma temporada morando Em Boa Vista – RR e acredite em mim, índio mesmo, de verdade, são poucos. Diria que são espécies em extinsão. Mas essa notícia é bem interessante: Índios se perdem na mata, após chegarem lá de Táxi,  e pedem socorro por celular.

    Cinco índios Terena se perderam ontem à tarde em uma área do Exército do município de Miranda, onde entraram clandestinamente para catar guavira, fruta típica da região que revendem em Campo Grande e nas estradas. Para ser resgatados, 8 horas após entrar na mata, eles pediram socorro via celular. Segundo as informações da Polícia Militar, o grupo era formado por dois homens e três mulheres, e foi levado até a área de instrução Betione por um taxista. A área militar fica a 20km da cidade.

    O grupo ficou na área militar das 9h até às 17h, por volta das 14h, sem encontrar a saída, um dos índios usou o celular para acionar a Polícia. O policial disse não se lembrar de ocorrência semelhante, considerada inusitada por envolver índios, cujo imaginário comum sugere ser conhecedores das matas.

    Os índios deixaram a mata caminhando, na tentativa de manter o resto de sua dignidade,  após beber água levada pelos policiais.

    Qual o melhor comentário sobre a notícia acima?

    a) Sinal dos tempos.

    b) Agora, sinal de fumaça é wi-fi, flecha é cursor e tracking é programa de índio.

    c) Formatem o mundo que quero descer.

    Enquete por @kibeloco