Arquivo de julho, 2009

Já ouviu falar do “sujo falando do mal lavado”? pois bem, nesse caso é o sujo julgando o mal lavado.  

segundo levantamento publicado pelo jornal “O Estado de S.Paulo”, que mostra Senadores 21 ligados a escândalos recentes, que  decidirão sobre abertura de processo de cassação de Sarney. É mole! será que eles terão a ética necessária para agir com imparcialidade?

senado

A esperada benevolência do Conselho de Ética com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pode ser explicada, entre outras coisas, pela biografia de seus integrantes. Pelo menos 70% dos membros do colegiado são alvos de inquéritos autorizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), réus em ações penais e/ou envolvimento com nepotismo e atos secretos nos últimos anos, segundo levantamento publicado pelo jornal “O Estado de S.Paulo”.

 

Caberá a esses senadores decidir na terça-feira (4) o destino dos pedidos de abertura de processo de cassação de Sarney.

Pressionado a renunciar, o peemedebista é acusado de ligação com boletins administrativos sigilosos, nomeação de parentes e afilhados, além de desvio de recursos da Petrobras pela Fundação José Sarney.

auto_heringer1 será que ele deixará escapar essa mamata nas tetas do governo?

 

A fundação vive hoje a perspectiva de intervenção por parte do Ministério Público (MP) do Maranhão, por causa da suspeita de desvio de cerca de R$ 500 mil de uma verba de patrocínio de R$ 1,34 milhão concedida pela estatal do petróleo. A fundação diz não ter sido notificada sobre a medida e que “é incorreto afirmar-se que houve desvios e irregularidades”.

A reportagem do “Estado” cruzou a lista de integrantes titulares e suplentes do Conselho de Ética com escândalos recentes semelhantes aos que alcançaram Sarney. Poucos escapam. Dos 30 titulares e suplentes, ao menos 21 estão nessa malha fina. Dos 14 suplentes, dez empregaram parentes, assinaram atos secretos, são alvos de inquérito ou réus em processos.

Anúncios

Frases…

Publicado: 30/07/2009 em Frases

‘Não é problema meu’, diz Lula sobre crise do Senado.lula-nao-ta-nem-ai

“Não é problema meu. Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado, nem votei para ele ser senador no Maranhão, nem votei no Temer, nem votei no Arthur Virgílio, não votei para ninguém. Votei nos senadores de São Paulo. Quem tem que decidir se ele continua presidente do Senado é o Senado, não sou eu”, afirmou Lula.

Lula de volta ao marBom com certeza o Excelentíssimo Presidente esta ocupado fazendo algo importante pelo nosso país, contudo ainda há esperanças, pois ele ainda afirmou, com o coração apertado, disso tenho certeza, que o Senado tome providências em relação à crise na Casa para não paralisar votações importantes. Leia-se tire o Sarney da presidencia da Casa (que não é, mais parece a da mãe joana).

O Deputado Federal Cassado perdeu o mandado por conta da quebra de decorro parlamentar e prática de crime eleitoral, tráfico de influencias e sonegação fiscal…ufa, quase que não acaba, isso sem falar no que não foi descoberto. Fora isso ainda admitiu ter recebido R$ 4 milhões do caixa 2 do PT na campanha de 2004 e reconheceu a sua participação no esquema de arrecadação de dinheiro em estatais no seu partido.

JV

 Raposa como ele, conseguiu inverter os papeis e de acusado passou a ser acusador. Advogado Criminal, Ex- apresentador de programa de TV (você sabia dessa??) foi fácil para ele fazer a inversão dos papeis, ele se tornou o acusador e “entregou” todo mundo e dele partiram denuncias que abalaram a república. Se sentindo abandonado pelo PT e pelo governo, de quem era aliado, ele denunciou o Mensalão, porém sempre isentando o presidente Lula, “um homem bom e inocente” falava ele, porém do seu discurso de enceramento de mandato, ele acusou o presidente de que ele não gostava de trabalhar e que gostava mais de viajar pelo mundo (juraaa!!! Ninguém no Brasil havia percebido.).

No final pelo menos o Conselho de Ética recomendou a cassação do mandato, a qual foi confirmada pelo plenário da Câmara. Mas alguém duvida que daqui a pouco ele voltará aos palanques e conseguirá voltar ao poder político como fez o nosso conhecido Fernando Collor de Melo??

jefferson

Eu Lembro…e vc?

Frases…

Publicado: 29/07/2009 em Frases

“Falei com o Vovô”  – Frase dita pela Bia Sarney, que pelo sobrenome você já desconfia de quem ela é neta, quando  foi pega pela PF em uma gravação interceptada, na qual apelava um emprego pro namorado dela.

Neto-do-Sarney-754914

“O Senado esta se desmanchando” – Frase dita pelo Senador Cristovam Buarque. Só Faltou ele completar a frase… (em merd@).

Bom é nessa situação politica que deixo vocês hoje.

Boa terça, e não esqueçam, do vovô legal que dá emprego para os namorados das netinhas, Eu lembro…evc?

Envolvido em uma série de suspeitas de irregularidades, que vão do tráfico de influência para nomear parentes ao uso de atos secretos e desvio de verbas públicas, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foi o senador mais faltoso às sessões deliberativas do Senado no primeiro semestre. De acordo com levantamento feito pelo portal “Congresso em Foco”, das 60 sessões, Sarney faltou a 17, quase um terço. O senador mais assíduo foi Epitácio Cafeteira (PTB-MA), que apesar dos 85 anos e de ter dificuldades de locomoção, apareceu em todas as votações.

sarney

 

Se tivesse faltado a mais três sessões apenas, Sarney poderia responder a processo de perda de mandato – penalidade prevista pelo artigo 55 da Constituição (item III), mas pouca acionada. De acordo com a norma constitucional, perderá o mandato o deputado ou o senador que faltar à terça parte das sessões ordinárias da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão por esta autorizada. Até hoje, a punição foi aplicada em apenas dois casos. Em 1990, os então deputados Mário Bouchardet (PMDB-MG) e Felipe Cheidde (PMDB-SP) foram cassados por gazeta. Desde então, os parlamentares sempre justificam suas faltas e escapam dos processos.

 

O presidente do Senado, segundo assessores, tem muitas faltas em decorrência de compromissos fora do Congresso. Integrante da Academia Brasileira de Letras (ABL), Sarney costuma ir ao Rio de Janeiro às quintas-feiras para participar do tradicional chá das 15 horas. Agripino disse que estava surpreso por aparecer em terceiro lugar. Acha que pode ter havido algum erro na hora do registro da presença, pois se considera um dos mais assíduos.

Apesar de avaliar que a situação do senador José Sarney (PMDB-AP) ficou mais delicada nos últimos dias, o presidente Lula não pretende abandoná-lo por temer perder o apoio dos peemedebistas na CPI da Petrobras.

lula-cpi-petrobras-300x196

Lula deve reduzir as manifestações públicas em defesa de Sarney, o que é óbvio,  e atuar mais nos bastidores a partir de agora. Segundo um assessor presidencial, seu chefe não quer dar motivos para que o PMDB no Senado tenha uma posição hostil aos interesses do governo. O lance é que o Lula não decidiu se esta no lado de Deus ou do Diabo.

O presidente comentou com um aliado que não deseja enfrentar, na reta final do governo, uma nova CPI no estilo da que investigou o mensalão, sobre a qual perdeu o controle e que levou assessores a recomendar que ele desistisse da reeleição.

A situação do presidente do Senado é considerada delicada. Segundo reportagem publicada no sábado pela Folha de São paulo, numa devassa sem precedentes nas empresas da família Sarney, a Receita Federal indicou a prática de crimes contra a ordem tributária, como remessa ilegal de recursos para o exterior, falsificação de contratos de câmbio e lavagem de dinheiro.

09204120

O PSDB prepara uma representação contra Sarney por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética.

A reclamação do PSDB vai levar em consideração as quatro denúncias que foram apresentas ao conselho por Virgílio. O presidente da Casa foi denunciado por causa de seu envolvimento com os atos secretos, pela suspeita de que teria interferido a favor de um neto que intermediava operações de crédito consignado para servidores do Senado, pela suspeita de ter usado o cargo para interferir a favor da fundação que leva seu nome, e pela a contratação do namorado de sua neta para trabalhar na Diretoria Geral do Senado.

Essa CPI da Petrobrás…sei não…